Gestão

Como fazer a gestão de pequenos negócios?

O fato de uma empresa ser de pequeno porte não torna a sua administração simplista e desnecessária. Boas práticas de gestão, como o planejamento e o controle financeiro, serão tão necessárias em pequenos negócios quanto em empresas maiores.

Listamos algumas dicas para você levar adiante uma gestão eficiente e descomplicada para o seu negócio. Vem com a gente!

Gestão de clientes

Gestão de clientesOs seus consumidores são um tesouro todo à parte. E como todo tesouro, deve ser bem administrado para garantir o melhor retorno para a sua empresa.

Um bom primeiro passo é realizar um mapeamento do perfil de consumidor que a sua empresa deseja alcançar. Essa informação será vital em processos como a escolha do seu modelo de negócio (loja física, virtual ou omnichannel), do seu ponto comercial, da linguagem utilizada para lidar com o cliente bem como naquela utilizada na criação do site e na gestão das mídias sociais.

Como se não bastasse, este mapeamento também influencie diretamente no processo de precificação.

Mantenha o cadastro de clientes atualizado, incluindo nome completo, telefone, e-mail e histórico de compras realizadas. As informações coletadas servirão a dois propósitos distintos: verificar se o público efetivo do seu negócio corresponde ao público-alvo inicial e orientar melhor as suas estratégias de marketing digital.

Gestão de fornecedores

Na hora de escolher os seus fornecedores, valorize os parceiros de comércio local. A proximidade certamente influenciará nos valores praticados, além de garantir que as entregas de mercadorias serão mais ágeis.

Não utilize apenas o preço como fator diferencial na hora de fechar contrato com novos fornecedores. Lembre-se de pesquisar também o histórico do fornecedor nas redes, verificando sua credibilidade em sites como o Reclame Aqui.

Por fim, a partir do levantamento de mercadorias com maior demanda junto ao seu público, procure negociar melhores preços ou prazos de reposição junto aos fornecedores.

Apesar de ser óbvio, não deixaremos de falar que é preciso manter este cadastro de fornecedores sempre atualizado para facilitar a realização de orçamentos e compras.

Controle de estoques

Controle de estoquePara empresas de pequeno porte, cada item em estoque tem um valor fundamental. Afinal, trata-se de uma parcela do capital da sua empresa já investido e que, parado em prateleira, perde valor com o passar do tempo.

A depreciação faz parte do processo de giro de mercadorias mas deve ser acompanhado de perto para evitar que a sua empresa fique no prejuízo.

Investir em planilhas de controle de estoque é um bom começo. Disponíveis gratuitamente na internet (confira um modelo aqui), elas permitem registrar a entrada e saída de mercadorias, aumentando o seu controle sobre o tempo de estoque de cada item, sua quantidade em prateleira e sua demanda pelos clientes.

Se a sua empresa estiver disposta a dar um passo além, o ideal seria utilizar um sistema de gestão de recursos empresariais, com módulo de controle de estoques. A grande vantagem desse tipo de sistema é que eles trabalham conectando informações de diversas áreas do seu negócio, o que permite, entre outras coisas, atualizar automaticamente o status de cada mercadoria em estoque após a realização de uma venda ou de uma reposição.

Gestão de marca (branding)

Não importa o tamanho da sua empresa, a verdade é a seguinte: se você deseja que ela cresça, vai precisar investir em identidade de marca.

Em outras palavras, o consumidor da atualidade não está mais interessado apenas no produto em si, mas também na marca. Isso significa que, além de desenvolver uma identidade visual com logo e esquema de cores, é preciso pensar nos valores da sua empresa.

Esses valores devem refletir na forma como a sua empresa se coloca no mercado, desde a recepção ao cliente na loja física ou virtual, até a maneira como o seu marketing é realizado.

A marca define quem é você no mercado e a razão pela qual o consumidor deve iniciar um relacionamento com ela.

Por isso, na hora de gerenciar a sua marca, há dois fatores-chave a considerar: honestidade em relação aos seus valores e profissionalismo na gestão.

Não hesite em buscar apoio especializado: mais vale o apoio de um consultor em branding que o risco de “queimar” a sua marca no mercado.

Marketing digital ou de relacionamento

Marketing digitalUm fator que não pode ser esquecido na gestão de qualquer empresa é a gestão de marketing. E, por falar nesse novo consumidor, é preciso pensar em estratégias de marketing que dialoguem com esse novo perfil de consumo, conectado à rede.

O marketing digital é uma dessas estratégias. Como já vimos, o produto ou serviço em si não é mais o único fator determinante para a decisão de compra. Fatores como a imagem da marca e a sua presença nas redes sociais são essenciais para gerar identificação do potencial cliente com a marca.

Investir no digital é, hoje, a melhor aposta para garantir que a sua empresa seja vista, lembrada e tenha a oportunidade de desenvolver um relacionamento de longo prazo com o seu público-alvo. E o melhor: comparado ao marketing tradicional, o marketing digital tem provado ser consistentemente mais efetivo e acessível a empresas de todo porte.

Algumas das ferramentas essenciais para um marketing digital são extremamente simples. Fale conosco para saber o que você pode fazer desde já!

Automação

Como o próprio nome já indica, uma automação se propõe a tornar automáticos determinados processos internos da gestão de uma empresa. Em geral, trata-se de mecanizar processos rotineiros que consomem o tempo da sua equipe e cuja precisão é vital para um bom controle financeiro.

Exemplos de processos que podem ser automatizados com o recurso a um software ERP online são o controle de estoques, o fluxo de caixa, a emissão de NF-es e boletos bancários, a realização de cotações junto a fornecedores e até mesmo o envio de orçamento a potenciais clientes.

Para além do ganho de tempo, a sua empresa evita todas as dores de cabeça associadas ao “erro humano” no preenchimento de planilhas ou documentos fiscais, assegurando um atendimento de melhor qualidade para o seu cliente.

Uma automação totalmente online tem ainda a vantagem de ser feito sob medida para o bolso de qualquer pequena ou média empresa: por se tratar de uma solução online, armazenada na Nuvem, a sua empresa pode evitar os gastos com implantação de hardware local, ganhando em segurança de dados e mobilidade da sua equipe.

Agora que você já descobriu os primeiros passos para iniciar a gestão dos principais processos de um pequeno negócio, conta pra gente qual é sua principal dificuldade.

A Agência Sete Clave está sempre à sua disposição para ajudar sua empresa a crescer e aparecer! 😉

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.